Uma miríade de ideias.
Navegação

Você também pode navegar através do teclado:

:Próximo post
: Post anterior

No Twitter
Te amo em LIBRAS

 

 
Tema Resposta
Por que é importante abordar o tema?

 

 

Considerando as mudanças metodológicas em que a educação infantil tem passado e considerando o foco mais individual que se tem dado nas abordagens, conhecer as questões envolvidas e dificuldades do aluno torna o ensino mais adequado a este aluno.A questão da inserção social, convivência e interação é muito importante para o aluno surdo e para o aluno não surdo pois trocam experiências mutuamente.

 

 

O que preciso saber sobre a surdez?

 

 

O contexto social em que a família do aluno surdo é deveras importante ao saber que esta família possui dificuldades principalmente relacionados ao desenvolvimento da criança que, por ser deficiente, exacerba-se em momentos  de criação de laços familiares e sociais.

 

O que leva ao diagnóstico tardio da surdez?

 

 

 

O diagnóstico tardio, efetuado após os dois anos de idade, se deve principalmente por conta do atraso de linguagem percebido na criança. Para os pais, a surdez é tida como um tabu, portanto, há a suspeita, contudo, demoram a buscar ajuda na esperança de ser algo transitório. Há ainda alguns sintomas que podem ser verificados em listagens tal como:

https://www.audiumbrasil.com.br/pt/perda-auditiva/lista-de-verificacao-sobre-perda-auditiva/

 

Quais as possíveis consequências de um diagnóstico tardio na educação e socialização da criança surda?

 

 

As principais consequencias tem a ver com a idade em que o diagnóstico é feita, portanto perdas sensoriais podem ser percebidas. Também o uso de próteses e testes simples como o teste da orelhinha, sendo efetuados mais cedo, melhor as possibilidades de adaptação desta criança e menores as consequências na linguagem e interação social.

 

REFERÊNCIAS

 

NEGRELLI, Maria Elizabeth Dumont; MARCON, Sonia Silva. Família e Criança Surda. Revista Ciência, Cuidado e Saúde, Maringá, v.5, n.1, jan./abr. 2006. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ciencCuidadSaude/article/view/5146. Acesso em: 30.05.2017

 

ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde; AMORIM, Katia de Souza; OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Olhando a criança e seus outros: uma trajetória de pesquisa em educação infantil. Psicol. USP,  São Paulo ,  v. 20, n. 3, p. 437-464, set.  2009 .   Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-51772009000300008&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  01  jun.  2017.

 

LACERDA, Cristina Broglia Feitosa de. A inclusão escolar de alunos surdos: o que dizem alunos, professores e intérpretes sobre esta experiência. Cad. CEDES,  Campinas ,  v. 26, n. 69, p. 163-184,  Aug.  2006 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622006000200004&lng=en&nrm=iso>. access on  04  June  2017.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32622006000200004.

 

GUIMARAES, Valeriana de Castro; BARBOSA, Maria Alves. Avaliação auditiva no recém-nascido e suas implicações éticas. Ciênc. saúde coletiva,  Rio de Janeiro ,  v. 15, n. 2, p. 559-562,  Mar.  2010 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000200032&lng=en&nrm=iso>. access on  04  June  2017.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000200032.

 

SILVA, Angélica Bronzatto de Paiva e; ZANOLLI, Maria de Lurdes; PEREIRA, Maria Cristina da Cunha. Surdez: relato de mães frente ao diagnóstico. Estud. psicol. (Natal),  Natal ,  v. 13, n. 2, p. 175-183,  Aug.  2008 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2008000200010&lng=en&nrm=iso>. access on  04  June  2017.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2008000200010.

 

SILVA, Luciana Santos Gerosino da; GONCALVES, Claudia Giglio de Oliveira. Processo de diagnóstico da surdez em crianças na percepção de familiares e gestores. Audiol., Commun. Res.,  São Paulo ,  v. 18, n. 4, p. 293-302,  Dec.  2013 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312013000400010&lng=en&nrm=iso>. access on  04  June  2017.  http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312013000400010.