Uma miríade de ideias.
Navegação

Você também pode navegar através do teclado:

:Próximo post
: Post anterior

No Twitter

early-childhood-education_mini1

 

Ao utilizar-se do desenvolvimento cognitivo, da forma descrita por Piaget é possível alcançar resultados mais adequados e em maior grau, vez que o maior resultado que se pode querer enquanto educador é que o aluno aprenda. Tal conceito não está aplicado unicamente ao desenvolvimento infantil mas, também ao desenvolvimento e – principalmente – na instrumentação dos discentes de métodos de visualização de seu próprio potencial e exercício de sua cognição.

As relações interpessoais desenvolvidas em sala de aula potencializam tal instrumentação, fazendo com que o grupo de estudo aprimore as ferramentas outrora utilizadas individualmente, testando-as em um ambiente social de modo a interagir e estabelecer relações que, no meio social externo àquele da sala de aula, torna-se fonte de aprendizado e rico material para consultas futuras através das interações com os pares e outros grupos, incluindo neste contexto pais, professores e outros sujeitos.

As relações afetivas desenvolvidas tornam a aproximação entre figuras de autoridade , como são pais e professores, e os alunos mais direta de modo que ambos trocam conhecimento e experiências. Assim, quando o ambiente é eivado pela austeridade torna-se improfícuo ao proceder das relações de aprendizagem e ensino.

Ora, quando alunos, quais as disciplinas mais tínhamos atenção? Aquelas em que os professores tínhamos mais em conta! Eis uma estratégia para um melhor proceder acadêmico: Aproximar-se dos alunos, demonstrando disponibilidade e proximidade de modo que haja uma conexão entre educador e educando e, que esta conexão seja bidirecional de modo que a todo tempo haja uma troca de papéis entre estes dois personagens.

Afinal, o currículo escolar determina que itens devem ser apresentados, entretanto, educadores deparam-se diariamente com o paradoxo da impossibilidade de ensinar algo a alguém. Então, o educador tem por tarefa tornar o ato de apreender a informação mais simplificado e, disponibilizar-se para facilitar este aprendizado utilizando-se de técnicas e métodos adquiridos através da experiência, observação e estudo.